Complexo Mineiro Romano

O Complexo Mineiro Romano de Tresminas representa uma das mais importantes explorações de ouro do Império Romano. Os séculos I e II d.C. foram de intensa atividade mineira, principalmente para exploração de ouro, mas também de outros minérios, como prata e chumbo. Destes trabalhos resultou um conjunto monumental formado pelas cortas de exploração a céu aberto e por um interessante complexo de poços e galerias subterrâneas. Durante cerca de dezoito séculos, este património mineiro permaneceu bem preservado, o que motivou a sua classificação como Imóvel de Interesse Público (1997) e, mais recentemente, a classificação de alguns componentes do sistema de abastecimento de água a esta zona mineira como Monumento de Interesse Público (2012).